quinta-feira, 26 de março de 2015

Chuvas de Março Arromba Açude em Solidão

A  chuva forte  que  caiu no município de Solidão  na última  noite  de quarta -feira 25/03 foi  suficiente para   arrombar um açude  construido no sitio pintada  no ano de 2014 que ainda não tinha pegado  água . O açude foi construido na propriedade de Manu da farmacia, e levou mas de 200 horas de maquinas , a chuva em Solidão não passou dos 39,6 mm mas na zona  rural do município a chuva foi bem mas forte, em sitio de fora foi 50 mm .Com a chuva  da quarta feira um dos rios que corta o município  amanheceu  com uma boa cheia, veja os vídeos  e as fotos do Blog do Veras
Açude do sitio pintada solidão

Rio que passa por sitio barra de solidão

Motorista linchado após acidente saiu para socorrer vizinho, diz família


Jovem foi enterrado na manhã desta quinta-feira (Foto: Henrique Mendes/G1)Jovem foi enterrado na manhã desta quinta-feira, em Salvador (Foto: Henrique Mendes/G1)
O rapaz de 29 anos que foi morto a pedradas por moradores de rua após um acidente de trânsito em Salvador saiu de casa na madrugada de quarta-feira (25) para socorrer um vizinho que estava se sentindo mal e levá-lo a um hospital. A informação foi relatada por familiares e amigos, que participaram na manhã desta quinta (26) do enterro de Eliomar Saraiva de Araújo, que completaria 30 anos na próxima terça-feira (31).
Jovem de 29 anos foi linchado após atropelar moradores de rua (Foto: Reprodução/TV Bahia)Jovem de 29 anos foi linchado após atropelar
moradores de rua (Foto: Reprodução/TV Bahia)
O gesto de solidariedade de Eliomar, morador do bairro do Pau Miúdo, virou tragédia quando ele voltava sozinho do hospital onde deixou o vizinho, acompanhado de uma outra pessoa, e perdeu o controle do veículo na Rua Cônego Pereira, na Sete Portas. Eliomar atropelou dois moradores de rua. Um deles morreu na hora e o outro foi socorrido com ferimentos para um hospital.
"É uma tragédia uma pessoa sair para dar um socorro, ser assassinado de uma forma tão violenta", desabafou a prima Simone Sales. Familiares acreditam que Eliomar desceu do carro para prestar socorro às vítimas, quando foi agredido até a morte. "É uma pessoa muito prestativa. Jamais se negaria a dar socorro a ninguém", contou outra prima, Liane Sales.

Motorista invadiu passeio onde moradores de rua dormiam (Foto: Imagens / TV Bahia)
Muito abalado, o pai de Eliomar, Everaldo Araújo, ainda tenta compreender as razões de tragédia. "Estávamos dormindo e acordamos com os vizinhos falando o que aconteceu. Ficamos perdidos. Ainda não sabemos direito o que aconteceu", relata. As causas que levaram o condutor a perder o controle do veículo ainda são desconhecidas.
Eliomar trabalhava há dois meses como polidor em uma concessionária de veículos seminovos na Avenida Barros Reis, perto do local onde aconteceu o acidente. O colega de trabalho, Orlando Maia esteve no sepultamento e lamentou a perda. "Era uma pessoa prestativa, assídua e competente", pontuou. Eliomar era solteiro, não tinha filhos e morava na casa dos pais.
A mãe de Eliomar, muito abalada, precisou ser amparada por familiares durante o cortejo fúnebre.
Investigação
A Polícia Civil vai analisar imagens de câmeras de segurança que possam ajudar a identificar os envolvidos no linchamento de Eliomar. De acordo com o delegado Marcelo Sansão, que investiga o caso, os suspeitos do linchamento podem responder por homicídio qualificado - pela impossibilidade de defesa da vítima e pela crueldade - e pegar de 20 a 30 anos de prisão.

Mulher é presa destruindo Imagem de Nossa Senhora com golpes de enxada

Mulher é presa destruindo Nossa Senhora com golpes de enxada
Imagem foi quebrada em Minas Gerais
Uma mulher de 48 anos foi presa por tentar destruir, com golpes de enxada, uma imagem de Nossa Senhora da Piedade, que fica na igreja católica no Centro de Belo Oriente (MG), nessa terça-feira (24). A obra feita há vinte anos e ficou parcialmente destruída.
O padre Luiz Carlos Macedo conta que está há vinte anos na paróquia. Ele relata como ficou sabendo do fato e disse que nunca aconteceu nada parecido no local. “Eu estava na casa paroquial, quando duas pessoas chegaram e me avisaram que uma mulher estava destruindo a imagem. De imediato chamamos a polícia e três rapazes da igreja conseguiram tomar a enxada dela. Após a chegada da polícia, algumas pessoas chegaram no local chorando, foi muito triste, nunca vi algo igual”, declarou.
Segundo a Polícia Militar, durante a prisão, a mulher parecia estar confusa. "Recebemos a informação e fomos até o local. Durante a abordagem, ela demonstrava estar em situação de confusão psicológica, chamando os familiares e dizendo palavras desconexas".
A mulher foi detida e encaminhada para a delegacia. No local ela foi ouvida, assinou o Termo Circunstancial de Ocorrência, e vai responder o processo em liberdade. A pena para este crime é detenção de um a seis meses ou multa.
Do G1

quarta-feira, 25 de março de 2015

Dilma sanciona lei que dificulta fusão e criação de partidos, mas veta 'janela'

Segundo justificativa da Presidência para os vetos,
A presidente Dilma Rousseff sancionou com vetos a lei que dificulta a criação e a fusão de partidos políticos, aprovada pelo Congresso neste mês. Dilma vetou dois dispositivos do artigo 29 da lei, considerados por ela inconstitucionais e contrários ao interesse público, segundo publicação nesta quarta (25) no "Diário Oficial da União".
O primeiro dispositivo dizia que a fusão de siglas "dá origem a um novo partido, cuja existência legal tem início com o registro, no Ofício Civil competente da capital federal, do estatuto e do programa, cujo requerimento deve ser acompanhado das atas das decisões dos órgãos competentes".
O segundo abria uma janela para troca de siglas a políticos pertencentes a partidos que participam de fusões. "No caso de fusão, nos 30 dias subsequentes ao seu registro, detentores de mandatos filiados a legendas estranhas àquela fusão podem filiar-se ao novo partido, sem perda de mandato", determinava o texto.
Segundo justificativa da Presidência para os vetos, "os dispositivos equiparariam dois mecanismos distintos de formação de partidos políticos, a criação e a fusão".
"Tal distinção é um dos instrumentos garantidores do princípio da fidelidade partidária, fundamental ao sistema representativo político-eleitoral."
Dilma também argumenta que essas medidas "estariam em desacordo" com a Constituição e com o entendimento do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), "pois atribuiriam prerrogativas jurídicas próprias de partidos criados àqueles frutos de fusões".
LEI
O projeto aprovado alterou a Lei dos Partidos Políticos e estabelece que a união entre duas siglas só poderá acontecer cinco anos após sua criação. Também determina que, para a criação de novas siglas, só serão aceitas assinaturas de apoiamento de eleitores que não sejam filiados a qualquer partido político.
O governo desejava ver a proposta rejeitada porque apoia a recriação do Partido Liberal, nova sigla gestada pelo ex-prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, que poderia desidratar partidos da oposição e o PMDB no Congresso -assim como aconteceu quando o PSD foi criado.
O projeto chegou a ganhar o apelido de "lei Kassab".JC