quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Governo federal reconhece situação de emergência em 69 cidades de PE


O Ministério da Integração Nacional reconheceu a situação de emergência em 69 municípios de Pernambuco devido à estiagem. A portaria foi publicada nesta terça-feira (27) no Diário Oficial da União. De acordo com a assessoria do Ministério, a medida "permite que as cidades solicitem o apoio do Governo Federal para ações emergenciais de enfrentamento ao período de escassez hídrica".

A assessoria informou que o reconhecimento viabiliza o acesso a programas de fornecimento de água tratada, a exemplo da "Operação Carro-Pipa Federal", a renegociação de dívidas no setor de agricultura junto, a aquisição de cestas básicas com o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário e o apoio para a retomada da atividade econômica nas regiões afetadas.

Os municípios que estão em situação de emergência são os seguintes: Agrestina, Águas Belas, Alagoinha, Altinho, Angelim, Belo Jardim, Bezerros, Bom Conselho, Bom Jardim, Bonito, Brejão, Brejo da Madre de Deus, Buíque, Cachoeirinha, Caetés, Calçado, Camocim de São Félix, Canhotinho, Capoeiras, Caruaru, Casinhas, Cumaru, Cupira, Feira Nova, Frei Miguelinho, Garanhuns, Gravatá, Iati, Ibirajuba, Itaíba, Jataúba, João Alfredo, Jucati, Jupi, Jurema,
Lagoa do Ouro, Lagoa dos Gatos, Lajedo, Limoeiro, Machados, Orobó, Palmeirina, Panelas, Paranatama, Passira, Pedra, Pesqueira, Poção, Riacho das Almas, Sairé, Salgadinho, Saloá, Sanharó, Santa Cruz do Capibaribe, Santa Maria do Cambucá, São Bento do Una, São Caetano, São João, São Joaquim do Monte, São Vicente Férrer, Surubim, Tacaimbó, Taquaritinga do Norte, Terezinha, Toritama, Tupanatinga, Vertente do Lério, Vertentes e Venturosa.

TJ anula julgamentos que condenaram 74 PMs pelo massacre do Carandiru


111 detentos foram mortos, em 1992 / Foto: Arquivo/ABr

Estadão Conteúdo

A 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) anulou nesta terça-feira (27) os julgamentos dos 74 policiais militares acusados pelo massacre do Carandiru, em que 111 detentos foram mortos, em 1992.


A Justiça apreciou recurso da defesa dos policiais, que pedia a anulação do julgamento e a absolvição dos réus. O recurso foi deferido parcialmente - o julgamentos foram anulados, mas os PMs continuam réus do processo.
Em 2 de outubro de 1992, homens da Tropa de Choque e da Ronda Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota), da Polícia Militar paulista, receberam a autorização para entrar no Pavilhão 9 da Casa de Detenção do Carandiru com o objetivo de encerrar uma rebelião. De lá, horas mais tarde, foram retirados 111 corpos de detentos mortos pelo massacre das forças de segurança. 
A chacina ficou marcada como a mais letal intervenção policial já feita em uma unidade prisional por servidores do Estado. O comandante do policiamento metropolitano na época, coronel Ubiratan Guimarães, chegou a ser condenado pela Justiça em 2001, mas acabou absolvido das acusações em instâncias superiores.
Em 2013 e 2014, em um dos mais longos julgamentos da história da Justiça brasileira, os policiais militares foram condenados em 1 ª instância pelo massacre, com penas de até 654 anos.

terça-feira, 27 de setembro de 2016

'Jucazinho' seca e dez cidades terão abastecimento por carro-pipa em PE

Barragem de Jucazinho entrou em colapso nesta segunda-feira (26) (Foto: Reprodução/TV Asa Branca)


De acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), Jucazinho atingiu o volume morto em novembro de 2015, quando chegou a 2,52% do total. A barragem tem capacidade para comportar 327.036.000 m³ de água. A Compesa informou que na sexta-feira (23) ainda era possível bombear água, mas hoje o abastecimento ficou inviável.
Com a água diminuindo no reservatório, em setembro de 2015, três das 15 cidades que eram abastecidas por Jucazinho deixaram de receber água do reservatório: Caruaru, Bezerros e Gravatá. Já em 28 de julho de 2016 deixou de fornecer água para Santa Cruz do Capibaribe.
Com o colapso da barragem de Jucazinho, passam a receber água por carro-pipa as seguintes cidades: ToritamaVertentesVertente do LérioFrei MiguelinhoSanta Maria do Cambucá,CasinhasPassiraCumaruRiacho das Almas e Salgadinho.

A assessoria da Compesa informou ao G1 que o município de Surubim será abastecido pela barragem de Palmerinha, em Bom Jardim, que está com 4,8 milhões de metros cúbicos, o que corresponde a 80% da capacidade total. A Companhia informou que Caruaru e Santa Cruz do Capibaribe continuarão sendo abastecidos pela barragem do Prata.o1G D

Governo assina renovação de acordo para permanência de médicos cubanos no programa mais médicos

O secretário executivo do Ministério da Saúde, Antônio Nardi, assinou, hoje, na sede da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), em Washington (Estados Unidos), o contrato que mantém, por mais três anos, a participação dos profissionais cubanos no Mais Médicos.
A formalização do acordo foi efetivada durante a 55ª Reunião do Conselho Diretor da OPAS. A medida já havia sido anunciado na semana passada pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, e pelo representante da Organização Pan-americana da Saúde no Brasil, Joaquín Molina.
Os médicos cooperados que completam três anos de atuação no Mais Médicos serão substituídos por novos profissionais a partir de novembro, no entanto, vagas com potencial para atrair brasileiros serão ofertadas em editais a partir de 2017. Atualmente, os profissionais cubanos preenchem mais de 60% das 18,2 mil vagas em todo o país.
Agência Brasil